quinta-feira, 29 de janeiro de 2009

Abaixo-assinado no PS apoia lista independente de Narciso
(JN) 29.01.2009 CARLA SOARES
A Comissão de Jurisdição terá sido banida ou ter-lhe-ão esvaziado as competências?
Um abaixo-assinado está a circular entre os militantes do PS em Matosinhos, declarando "apoio à candidatura independente" de Narciso Miranda. A iniciativa contará já com centenas de nomes, de várias secções.
O documento, a que o JN teve acesso, surge após o líder distrital, Renato Sampaio, ter garantido que todos os socialistas que integrem listas adversárias serão alvo de processo disciplinar para "consequente" expulsão do PS. E, também, depois de Guilherme Pinto, presidente da Câmara e recandidato, ter dito que não acredita que Narciso avance. Amanhã, o ex-autarca mostra a futura sede da sua associação cívica, que poderá ser, também, a da candidatura.
"Os abaixo assinados, militantes das secções do Partido Socialista de Matosinhos, declaram apoio à candidatura independente do camarada Narciso Miranda à Câmara" porque "consideram imprescindível retomar o rumo do projecto que liderou, com sucesso, em nome do PS", lê-se no documento, cujas subscrições estão a ser enviadas para o ex-autarca. O texto termina com uma frase que pode ser uma resposta à ameaça de expulsar os militantes que concorram contra o PS: "Porque consideramos que Narciso Miranda foi, é e será sempre socialista de convicções, expressamos o nosso apoio incondicional à sua candidatura". O texto acrescenta que, durante a liderança de Narciso, o concelho sempre "ocupou um lugar de destaque e prestígio, no poder autárquico democrático, desenvolvendo os princípios da ética, rigor e responsabilidade exigidos a quem desempenha cargos públicos".
Sexta-feira, Renato Sampaio disse, ao JN, que "todos aqueles que protagonizem ou integrem listas contra o PS serão alvos de um processo disciplinar e consequente expulsão do partido". Isto no dia em que Maria José Azevedo anunciou uma lista independente a Valongo. Guilherme Pinto, líder do PS/Matosinhos, desvalorizou a candidatura de Narciso: "Estou convencido de que não ocorrerá". "Acho que os cidadãos vão dar uma resposta que vai muito para além das questões jurídicas", disse, porém.

3 comentários:

josant disse...

Só é pena que o mesmo não aconteça a Renato Sampaio,se por acaso o
"desastre" em algumas autarquias, vier a acontecer.

Leixões disse...

O Narciso, com todos os defeitos, é muito mais socialista que o Renato que vem do PSD.

Atento disse...

Se ser socialista é ser arruaceiro, ok. Narciso! Se ser socialista é ser indigente, ok. PB!
CHEGA